quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

GRANDE REVELAÇÃO

   
É quase Natal. Tempo que inspira, comove e abranda os corações endurecidos num passe misterioso, tempo que contagia de forma sobrenatural as pessoas pelo mundo afora. 
Existem, sim, mistérios cósmicos além da capacidade humana, impossíveis de compreensão, mas passíveis de serem sentidos por essa mesma natureza humana, tão limitada e frágil, desde que cada um esteja disposto a abrir o seu ser para acolher a Revelação intuitiva sobre esses mistérios. 
O mesmo ocorre com a compreensão da ação do Espírito Santo na vida das pessoas. Esse também consiste em mistério verdadeiramente cósmico na sua magnitude que, somente cada um por si só, numa experiência verdadeiramente única e individual, poderá assimilar e viver intensamente.
O poder e dons infundidos pelo Espírito de Deus nas vidas das pessoas podem ser melhor compreendidos quando elas resolverem se livrar das amarras, das futilidades da realidade temporal e transcenderem verdadeiramente, com todo o seu ser, em busca das coisas do Alto cujas verdade e revelação chegam através de acontecimentos, aparentemente sem importância, que sobrevêm a cada novo dia em suas vidas. 
Exemplo maior é Jesus: muito ensinou seus discípulos dando-lhes autorização para curar o corpo e a alma, expulsar demônios, pregar o Amor a toda a criatura...
Todas essas coisas novas, contudo, não aconteceriam se Ele, como exemplo primeiro, não se despisse de sua natureza humana, praticasse tudo isso e subisse de volta ao Pai para que, assim, o Espírito fosse infundido na rude natureza humana.
Jesus sempre falava do Fogo Divino, o Espírito Santo capaz de despertar a paixão profunda: o AMOR, princípio e fim, tão necessário para que tudo funcione sustentado na base da justiça e da paz. 
É assim, nesse tripé essencial de amor, justiça e paz que se pode sustentar a perfeição da vida humana, para que ela seja inserida, por sua vez, sem máculas, à perfeição do Cosmo e do próprio Deus, energia que tudo sustenta por sua força e vontade. 
Tudo o que é Perfeito, tudo o que é Belo e Bom maravilhosamente é inspirado na paz advinda da prática da justiça que, por sua vez, se origina da prática do Amor incondicional. Por isso que, quando se pratica efetivamente as ações com base nesse tripé, se alcança o Reino de Deus, porque simplesmente Deus é o Amor.
Quando Jesus ensinava que cada um deve “simplesmente fazer a vontade do Pai”, que o importante é “ser perfeito como o Pai” e que “o Reino de Deus está próximo”, na verdade estava revelando um grande mistério: que o Reino de Deus é, antes e tudo, um estado de espírito de cada ser humano que pode ser conquistado através da prática da prática do amor, visto que este só gera a justiça e a paz. 
No instante que se compreende esse mistério tão grandioso, ao mesmo tempo facilmente acessível pela revelação, se transcende a natureza humana imperfeita e rancorosa criando-se à volta um universo do Belo, do Bom e do Perfeito.
Amor: a Chama que incendeia e sem a qual ninguém pode espalhar o fogo sobre a Terra porque “sem mim (Amor) nada podeis fazer”. 
Se o dom do Amor não estiver também sobre e dentro de cada um, acima da vontade pessoal, impregnando plenamente o estado de espírito, todas as outras atitudes temporais das pessoas se tornam rotineiras e sem entusiasmo algum. Tudo não passa de gestos, palavras e atitudes glaciais. E todos sabem que nenhuma faísca, nem mesmo a de Deus, gera combustão no gelo. 
O mundo aí está querendo modificar corações. Oferece ensinamentos estranhos, pensamentos, filosofias, críticas e teorias sem qualquer traço do fogo do Espírito que gera o Amor. 
Nada, porém, do que o mundo oferece produz combustão não tendo a ver com o amor do Espírito que é do Alto, Justo e Perfeito. Aqueles que tentarem crescer e testemunhar como homens, em dimensão humana, não conseguirão cumprir a missão, porque o pensamento do mundo os vencerá, sendo mais astuto que todos eles. 
É necessário se mover e agir na dimensão Divina onde o inimigo não pode perseguir e destruir a determinação humana de agir. Somente nesta dimensão, inspirados pelo Espírito Divino, é possível viver o Amor e transformar a humanidade, mesmo que seja a humanidade mais próxima de cada um. 
O Espírito Santo traz força e alegria operando, contudo, com propósitos eternos que vão muito além e transcendem a vontade e interesse humanos. O Espírito de Deus se faz presente para incendiar os corações com um fogo incomparável. 
O dom desta Chama incandescente inspira para o cumprimento do mandato divino, transferido a cada um: “Ide por todo o mundo e anunciai o Amor a toda criatura". 
Agora é um tempo muito especial: é NATAL. Tempo da grande novidade do nascimento do Deus-Amor entre a humanidade. Tempo que inspira viver o agora, como se fosse a última hora antes da vinda do Senhor, apressando o anúncio do Amor, através de cada um com sua própria existência. “Despertai, a vinda do Senhor está próxima...”. É Natal. 
É tempo de renascer, de despertar e tomar posse do Dom do Espírito Santo deixando-se consumir pelo Fogo Divino com grande paixão, através do Amor! 
FELIZ NATAL
J. RUBENS ALVES